870 - Navios em Moedas - Parte 13

in LeoFinancelast month

Gosto muito de ver moedas tendo navios como tema.

Eu sei que muitas pessoas compartilham desse carinho.

Então, vou postar uma série chamada "Navios em Moedas" e vou mostrar todas as moedas que tenho sobre esse tema.

Não haverá ordem de apresentação ou país de emissão. Como as moedas estão em vários lugares, vou simplesmente pesquisar em cada lugar e publicar as que encontrei.

O décimo terceiro é um 2015 CAD $20 "Expedição Perdida de Franklin".

Este é o segundo da série "Navios Perdidos em Águas Canadenses" que celebra embarcações conhecidas perdidas em águas canadenses e as histórias que surgiram dos eventos que envolveram seu destino final.

Pesa 31,39g com 99,99% de pureza de prata e acabamento Colored Proof. Sua cunhagem foi de 6.952 unidades e o preço de emissão foi de CAD $109.95.

Foi a história sensacional de sua época, que ainda cativa a imaginação mais de 170 anos depois. Sob o comando de Sir John Franklin, dois navios da Marinha Real zarparam com todas as expectativas de sucesso em maio de 1845 para mapear a última parte desconhecida da Passagem Noroeste - mas nunca voltaram. Expedições subsequentes que procuraram os navios desaparecidos descobriram histórias e relíquias; então, em setembro de 2014, vieram notícias que chocaram o mundo: a Expedição Victoria Strait do Canadá descobriu os destroços do H.M.S. Erebus, a nau capitânia de Franklin, situada no fundo do mar Ártico. Essa descoberta científica levanta a possibilidade de que novas evidências possam ajudar a resolver alguns dos mistérios remanescentes que cercam a expedição perdida e seus dias finais, pois o que realmente aconteceu com a expedição Franklin?

O reverso da moeda apresenta a representação do artista marinho canadense John Horton do H.M.S. Erebus em primeiro plano, com H.M.S. Terror a estibordo. Abrindo caminho através de águas geladas, as embarcações de madeira de três mastros são vistas viajando em velocidade reduzida sob a lona encurtada. A paleta de cores frias recria os tons de azul do céu à luz do dia e as águas geladas e mais escuras do Ártico. Este retrato deslumbrante situa os navios na costa noroeste da Ilha King William, fornecendo o contexto geográfico de sua localização.

20200827_132639.jpg

20200827_132733.jpg

Muito obrigado por terem lido e por favor comentem, upvotem e me aconselhem.

Posted Using LeoFinance Beta